Cicatriz de acne: há tratamento?

Um dos grandes OBJETIVOS do tratamento PRECOCE da acne é: EVITAR CICATRIZES! .⁣

Exatamente pelo fato da IRREVERSIBILIDADE que uma cicatriz apresenta, seja ela qual for! Por um acaso, você já viu alguma cicatriz SUMIR? Eu ainda não!!!!!⁣😳😳😳

Pois é! Mas isso não significa que não existem tratamentos que melhorem o aspecto da cicatriz! Sim os resultados são excelentes, mas sumir por completo, isso não ocorre!⁣

As cicatrizes de acne são de vários tipos, tamanhos e diferem em suas características. Podem ser classificadas como Atróficas (apresentando depressões e afundamento de pele); hipertróficas ( avermelhadas que se restringem ao local do trauma); quelóides ( altas e avermelhados também, mas superam os limites do local em que há trauma).⁣



Cada tipo de cicatriz responde melhor a um tratamento específico. Numa face acometida, temos vários tipos de cicatrizes unidas, atingindo camadas da pele diferentes.⁣

Por isso na minha opinião, para obtermos sucesso no tratamento é necessário associar técnicas. Vou citar os tratamentos que mais uso:⁣

1️⃣Aplicação de corticoide: os corticóides diminuem a espessura das cicatrizes. Além disso são anti-inflamatórios e amenizam possíveis dores e coceiras. Indicado, principalmente, para cicatrizes hipertróficas e queloides;⁣

2️⃣MMP: A microinfusão de medicamentos libera a medicação no local da cicatriz através de micro agulhas;⁣

3️⃣Laser: Ao estimular a produção de colágeno, trata a superfície da pele, promovendo, assim, o clareamento das manchas. Há uma variedade de lasers que podem ser utilizados; como o Laser de CO2 fracionado, luz Intensa Pulsada, Erbium e NDYAG;⁣

4️⃣Peeling químico: Indicado apenas para cicatrizes suaves, o ácido tricloroacético auxilia na melhora da textura da pele, bem como trata as cicatrizes superficiais sem bordas;⁣

5️⃣Subcisão com cânula: Através de pequenos traumas causados na camada da derme mais profunda, há estimulação de colágeno, tratando, portanto, cicatrizes mais marcadas e intensas. Além disso, pode estar associado a tratamentos de laser não ablativos;⁣

6️⃣Preenchimento: Aplicações de ácido hialurônico são feitas na face, sobretudo em pontos de fibrose que causam as depressões, uniformizando a pele; neste caso é necessário um produto específico que não cause excesso de volume e técnica apurada;

7️⃣Microagulhamento com drug delivery: é um procedimento estético realizado com microagulhas que perfuram a pele e, assim, estimulam a produção de colágeno bem como a formação de uma nova camada da pele. Com drug delivery, permite a penetração de produtos nas camadas mais profundas da pele.

8️⃣Aplicação de bioestimuladores: Radiesse, sculptra ou Ellanse. Com o objetivo de estimular colágeno, preencher e melhorar a qualidade da pele.

Como falei anteriormente, as cicatrizes não somem, mas podem melhorar muito! A resposta é individual e varia muito entre pacientes e protocolos. Mas há muito o que ser feito!!!

Você tem cicatriz de acne? Ou conhece alguém que tenha? Comenta aqui!

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR (2009).Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Skinbooster: um novo conceito de hidratação

Os anos trazem consigo um aumento da flacidez da pele. A derme fica mais fina e perde elasticidade, as estruturas musculares e ósseas se atrofiam, enquanto as cartilaginosas continuam crescendo. Os primeiros marcos do envelhecimento aparecem nos olhos e pescoço, logo seguido das rugas na testa, a caída das sobrancelhas e da ponta do nariz, a atrofia dos lábios, os sulcos ao redor da boca, a perda da linha da mandíbula e do ângulo do pescoço, com seus frequentes acúmulos de gordura (papo, queixo duplo).

A derme é a camada da pele que tem mais resistência e elasticidade , onde estão localizadas as células que produzem o colágeno e a elastina. Os sinais de envelhecimento são consequências da diminuição de funcionamento do tecido conjuntivo, onde o colágeno se torna mais rígido, acorre a diminuição da força das fibras elásticas e a redução de água.  Sendo assim a degeneração das fibras elásticas somado a diminuição de troca de oxigenação nos tecidos levam a desidratação resultando em flacidez e rugas.

O Skinbooster têm uma composição bem semelhante a do ácido hialurônico convencional, mas com uma nova função. O foco da ação desse ácido é hidratar e revitalizar a pele e não preencher como em outros tratamentos. O tratamento é feito por meio de microinjeções finíssimas, na derme, camada intermediária da pele, e não na camada mais superficial, na qual são aplicados os cremes. A substância puxa e mantém as moléculas de água ao seu redor e, com isso, consegue formar um reservatório hídrico de longa duração, promovendo o aumento da espessura, da maciez e do viço da pele.

Podem ser feitas em diferentes áreas como, o colo, dorso das mãos, pescoço, braço, além do rosto, incluindo lábios. O resultado começa a aparecer cerca de um mês após a aplicação. Nove meses depois o produto tem de ser reaplicado.

 

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional- Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.

É POSSÍVEL CONTROLAR O MELASMA NO VERÃO?

Já discutimos aqui no blog a respeito das vantagens do ácido tranexâmico no tratamento do melasma. O Ácido tranexâmico injetável é uma ótima alternativa de tratamento e pode ser realizado no verão! Pois, o melasma é uma questão de suma importância, necessita de intervenção em tempo integral. Geralmente recorrente, não tem cura, mas pode regredir e ser contido.

Mas afinal, o que é o ácido tranexâmico? Estamos falando de um ativo já bem conceituado no tratamento do melasma que opera como um inibidor da plasmina atuando como agente anti-fibrinolítico bloqueando indiretamente o desenvolvimento do melanócito.

O que é o melanócito? É uma célula complexa,  localizada entre a primeira e a segunda camada da pele, especializada na produção de melanina, um pigmento de coloração marrom-escura. Muito sensível, o melanócito reage formando mais pigmento por qualquer stress ou instabilidade no local.

Como é realizado o procedimento? Aplicado de forma injetável apenas sobre as manchas do melasma, como se fosse uma acupuntura, clareia e  age prevenindo o escurecimento do melasma.

A aplicação dói? Ocorre um leve desconforto com as micropicadas sobre a pele. Porém, se necessário aplica-se gel anestésico no local antes do procedimento.

Quantas sessões são necessárias?  O resultado geralmente aparece a partir da terceira sessão. Pode ser necessário até 10 sessões, aliado a outros tratamentos e cuidados.

A aplicação pode ser realizada no verão? Sim, é uma ótima alternativa utilizada para controlar e clarear o melasma em épocas de calor. Vale lembrar o Ácido Tranexâmico atua como um anti-inflamatório da pele diminuindo a formação de melanina.

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional- Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.

 

Outubro: explosão de fitas rosa!

 

Em outubro, há uma explosão de fitas rosa, já que a nação e a comunidade internacional honram o mês da consciência do câncer de mama. É uma ação global, que objetiva,  aumentar a conscientização sobre o câncer de mama e lembrar as mulheres sobre o valor da detecção precoce.

O Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama foi criado em 1985 como um esforço colaborativo entre a Academia Americana de Médicos de Família e AstraZeneca Healthcare Foundation e CancerCare,  e vários patrocinadores.  A primeira iniciativa vista no Brasil em relação ao Outubro Rosa, foi em outubro de 2002, a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista  em São Paulo. Em outubro de 2008 foi a vez do Cristo Redentor  ficar iluminado de rosa. Em outubro de 2009, se multiplicam as ações relativas ao Outubro Rosa em todas as partes do Brasil, a campanha ganha força.

Acredita-se que o uso de fitas como sinal de consciência tenha começado durante a crise dos reféns iranianos em 1979, quando as fitas amarelas foram usadas. A fita rosa que se tornou o símbolo mundial do câncer de mama e do Mês da consciência do câncer de mama foi usada pela primeira vez na década de 1990, o que era um momento em que o uso de fitas estava se tornando uma tendência crescente. A Fundação Susan G. Komen distribuiu fitas rosa em 1991 durante a corrida de Nova York para sobreviventes de câncer de mama.

A fita rosa para câncer de mama foi escolhida alegadamente porque é uma cor da saúde e representa a feminilidade. (A fita azul é o símbolo para homens com câncer de mama). Evelyn Lauder, vice-presidente corporativo sênior das empresas Estee Lauder, estabeleceu a Fundação de Pesquisa do Câncer do Mama em 1993 e estabeleceu a fita rosa como símbolo.

Embora outubro seja o Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama, o câncer de mama não se limita a um período de 31 dias: é uma realidade diária implacável para milhões de mulheres e suas famílias.

FONTES:

The Breast Cancer Research Foundation

National Breast Cancer Awareness Month organization

Susan G. Komen For the Cure

 

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional – Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.

Melasma : novidades e desafios! Congresso Internacional da Academia Americana de Dermatologia- 2017

O melasma é um desafio diário não só para quem tem, mas também para os profissionais que lidam com ele.  Esse tema extremamente complexo, foi muito citado no Congresso Internacional da Academia Americana de Dermatologia em março de 2017. A causa do melasma não está definida, mas com certeza há várias influências, como a  radiação ultravioleta,  predisposição genética,  alterações  hormonais ( gravidez, anticoncepcional)  e  o excesso de vascularização (causa recentemente descoberta).

Com relação aos tratamentos , o uso do ácido tranexâmico continua sendo um dos melhores, devido à sua eficácia, durabilidade e diversas formas de utilização, mesoterapia, o microagulhamento , o laser fracionado de baixa potência e a luz pulsada (que tratam as alterações vasculares).

O ácido tranexâmico  se apresenta em forma de creme, injetável e de uso oral.  Bloqueia estímulos que fazem com que o  melanócito produza mais pigmento, reduzindo respostas inflamatórias cutâneas causadas pela proteína plasmina. Com isso, contribui também para que o tom das manchas existentes não fique mais escuro.

Além disso, começa a se dar muita importância a barreira cutânea, que  é  uma espécie de camada protetora, com a função de  impedir  a penetração de agentes externos na pele. Dessa forma, essa camada retém diversas substâncias nocivas às quais a pele é diariamente exposta. Então, deve-se impedir situações que provoque ressecamento, coceira, vermelhidão e irritação da pele; pois todas essas alterações podem prejudicar o equilíbrio dessa barreira e provocar uma inflamação na pele.

Portanto, prevenção é sempre a melhor forma de evitar o melasma ou, pelo menos, retardar o seu aparecimento!

18361280_10155277921002436_538502726_n (2)

Dra. Raquel Vale Gomes de Carvalho (Fisioterapeuta Dermato Funcional; Crefito:74485-F)

Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance