Cicatriz de acne: há tratamento?

Um dos grandes OBJETIVOS do tratamento PRECOCE da acne é: EVITAR CICATRIZES! .⁣

Exatamente pelo fato da IRREVERSIBILIDADE que uma cicatriz apresenta, seja ela qual for! Por um acaso, você já viu alguma cicatriz SUMIR? Eu ainda não!!!!!⁣😳😳😳

Pois é! Mas isso não significa que não existem tratamentos que melhorem o aspecto da cicatriz! Sim os resultados são excelentes, mas sumir por completo, isso não ocorre!⁣

As cicatrizes de acne são de vários tipos, tamanhos e diferem em suas características. Podem ser classificadas como Atróficas (apresentando depressões e afundamento de pele); hipertróficas ( avermelhadas que se restringem ao local do trauma); quelóides ( altas e avermelhados também, mas superam os limites do local em que há trauma).⁣



Cada tipo de cicatriz responde melhor a um tratamento específico. Numa face acometida, temos vários tipos de cicatrizes unidas, atingindo camadas da pele diferentes.⁣

Por isso na minha opinião, para obtermos sucesso no tratamento é necessário associar técnicas. Vou citar os tratamentos que mais uso:⁣

1️⃣Aplicação de corticoide: os corticóides diminuem a espessura das cicatrizes. Além disso são anti-inflamatórios e amenizam possíveis dores e coceiras. Indicado, principalmente, para cicatrizes hipertróficas e queloides;⁣

2️⃣MMP: A microinfusão de medicamentos libera a medicação no local da cicatriz através de micro agulhas;⁣

3️⃣Laser: Ao estimular a produção de colágeno, trata a superfície da pele, promovendo, assim, o clareamento das manchas. Há uma variedade de lasers que podem ser utilizados; como o Laser de CO2 fracionado, luz Intensa Pulsada, Erbium e NDYAG;⁣

4️⃣Peeling químico: Indicado apenas para cicatrizes suaves, o ácido tricloroacético auxilia na melhora da textura da pele, bem como trata as cicatrizes superficiais sem bordas;⁣

5️⃣Subcisão com cânula: Através de pequenos traumas causados na camada da derme mais profunda, há estimulação de colágeno, tratando, portanto, cicatrizes mais marcadas e intensas. Além disso, pode estar associado a tratamentos de laser não ablativos;⁣

6️⃣Preenchimento: Aplicações de ácido hialurônico são feitas na face, sobretudo em pontos de fibrose que causam as depressões, uniformizando a pele; neste caso é necessário um produto específico que não cause excesso de volume e técnica apurada;

7️⃣Microagulhamento com drug delivery: é um procedimento estético realizado com microagulhas que perfuram a pele e, assim, estimulam a produção de colágeno bem como a formação de uma nova camada da pele. Com drug delivery, permite a penetração de produtos nas camadas mais profundas da pele.

8️⃣Aplicação de bioestimuladores: Radiesse, sculptra ou Ellanse. Com o objetivo de estimular colágeno, preencher e melhorar a qualidade da pele.

Como falei anteriormente, as cicatrizes não somem, mas podem melhorar muito! A resposta é individual e varia muito entre pacientes e protocolos. Mas há muito o que ser feito!!!

Você tem cicatriz de acne? Ou conhece alguém que tenha? Comenta aqui!

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR (2009).Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Colágeno hidrolisado funciona?


O sucesso do colágeno hidrolisado não é de hoje. A preocupação com a qualidade de vida tem levado o consumidor a procurar e consumir produtos saudáveis, que possam melhorar as condições de saúde e promover o bem-estar. O colágeno era encontrada apenas em cápsula, sachê ou bala manipulada. Agora podemos achar nas prateleiras dos supermercados e farmácias, na forma de bombons, balas, água aromatizada, barrinha de cereais e até granola. .

O colágeno é encontrado nos tecidos conjuntivos do corpo, tais como os ossos, tendões, cartilagens, veias, pele, dentes, bem como nos músculos e na camada córnea dos olhos. Porém, com o início da fase adulta, a deficiência de colágeno começa a ser notada, pois o organismo diminui sua produção.

Pesquisas sobre a relação entre o envelhecimento da pele e a produção de colágeno têm aumentado nos últimos anos.

São comprovados clinicamente que os tratamentos antienvelhecimento, com ácido retinoico, laser, CO2 , microagulhamento, laser ndyag, laser ERBIUM, injeção intradérmica de ácido hialurônico, estimulam a produção de novo colágeno não fragmentado. Esses tratamentos promovem o equilíbrio entre a produção de colágeno e a ação das enzimas que o degradam, retardando o processo de envelhecimento e, consequentemente, melhoram a aparência e a saúde da pele.

E tomar colágeno hidrolisado funciona?

Os resultados das pesquisas de Zague et al. indicaram que a ingestão de colágeno hidrolisado pode aumentar a produção de colágeno pelos fibroblastos e retardar o envelhecimento da pele, reduzindo as mudanças relacionadas à matriz extracelular durante o envelhecimento por estimular o processo anabólico na pele. Os autores mostraram o potencial uso do colágeno hidrolisado como um complemento nutricional para prevenir a perda óssea.

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí, (2004). Pós-graduada em Fisioterapia Dermato Funcional, CBES , Curitiba(2010). Graduanda em Biomedicina- Uniavan- Balneário Camboriu 2019.

Referência Bibliográfica

Fisher GJ, Varani J, Voorhees JJ. Looking older: fibroblast collapse and therapeutic implications. Arch Dermatol Res. 2008;144(5):666-72.

Zague V, Freitas V, Rosa MC, Castro GA, Jaeger RG, MachadoSantelli GM. Collagen hydrolysate intake increases skin collagen expression and suppresses matrix metalloproteinase 2 activity. J Med Food. 2011;14(6):618-24

Souza AB, Oliveira NCP, Garcia T, Moreira AVBM. Desenvolvimento e análise sensorial de uma sobremesa à base de colágeno hidrolisado e soja. XIX Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos; setembro de 2004; Recife: Anais.

Nunes A, Neto C, Souza M, Feliciano R, Formigoni MLM, Isausti EO. Processamento de mortadela de filé de Tilápia com fibras de colágeno. Rev Eletrônica Educ Tecnol. 2011;5(10):1-25.

Tratamentos para amenizar as olheiras!

 

O bom e velho corretivo não é o único recurso para disfarçar as olheiras. No post anterior discutimos sobre a etiologia e os tipos de olheiras. AGORA vamos conhecer os principais tratamentos para a flacidez, hiperpigmentação, edema e alterações vasculares das áreas ao redor dos olhos.

Toda segunda-feira você acorda e lá estão elas! As olheiras podem aparecer só porque você exagerou nas comidas salgadas no fim de semana. O excesso de sódio colabora para o aumento de volume das pálpebras e aí você fica com aquela olheira edemaciada.

Nesse caso, compressas funcionam muito bem, refrescando e descongestionando a área dos olhos. É uma ótima opção também para combater as olheiras que aparecem na TPM.

  • Chá de camomila: prepare um chá concentrado, aguarde esfriar e ponha com o saquinho alguns minutos no freezer. Coloque sobre os olhos e deixe agir por 10 minutos. Repita por 3 vezes, molhando o saquinho no chá gelado. Faça a COMPRESSA deitada, com a cabeça elevada. Essa posição estimula os vasos a voltarem ao tamanho normal, reduzindo o edema.

Luz Pulsada: aparelho que utiliza um feixe de luz que alcança os vasos dilatados, fechando-os, e destrói a hemosiderina, pigmento causado pelo ferro proveniente do sangue em excesso .

Laser nd:Yag, também conhecido como Acroma, atua na congestão vascular. Quando aplicado na região, ele normaliza a circulação do sangue.

LED: luz com propriedade anti inflamatória.

Laser CO2 Fracionado, Erbium e peelings: melhoram a circulação sanguínea local, aumentam a produção de colágeno e estimulam o rejuvenescimento da pele. Todos estes efeitos podem amenizar a aparência escura e a flacidez de pele.

Preenchimento com Ácido Hialurônico : Essa substância vai ocupar a região que está mais funda, diminuindo o desnível existente entre as olheiras e as maçãs do rosto. Também ameniza a sombra causada pelo sulco devido à perda de colágeno na região.

Além disso pode-se utilizar cremes específicos com efeito anti inflamatório: Camomila, Arnica, Calêndula que ajudam a acalmar a região. Cremes clareadores: vitamina C, ácido Kójico, ácido fítico, arbutin e ácido tranexâmico. E hidratantes com glicerina e vitamina E.

E nunca deixe de utilizar o protetor solar, melhor ainda se for com cor, pois além de protege da luz solar vai disfarçar a olheira.

Este post é informativo e não substitui a consulta médica e nem a avaliação com profissional habilitado da área.

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí, (2004). Pós-graduada em Fisioterapia Dermato Funcional, CBES , Curitiba(2010). Graduanda em Biomedicina- Uniavan- Balneário Camboriu 2019.

Referência Bibliográfica

Friedmann DP, Goldman MP. Dark circles: etiology and management options. Clin Plast Surg. 2015;42(1):33-50.

Souza DCM, Ludtke C, Souza ERM, Rocha NW, Weber MB, Manzoni APD, et al. Comparação entre ácido tioglicólico 2.5%, hidroquinona 2%, haloxyl 2% e peeling de ácido glicólico 10% no tratamento da hiperpigmentação periorbital. Surg Cosmet Dermatol. 2013;5(1):46-51

Kadunc BV, Palermo E, Addor FAS, Metsavaht L, Mattos R, Bezerra SMC. Tratado de cirurgia dermatológica, cosmiatria e laser da Sociedade Brasileira de Dermatologia. São Paulo: Elsevier; 2013. p. 224-18, 412-35, 759-71.

Vamos conversar sobre poros?

Os poros abertos podem ser um problema real para muitas pessoas. Sejam por causas hormonais, alimentação inadequada ou ausência de cuidados com a pele. Também pode ser influenciado pela idade. Com o passar do tempo eles podem se tornar maiores, com aspecto de casca de laranja, porque com o envelhecimento vamos perdendo a sustentação da pele.

 Os poros são pequenas aberturas na superfície da pele que fornecem um caminho para saída do suor que, aliado a oleosidade produzida e excretada pela glândula sebácea, constrangem  muitas pessoas. Esta oleosidade tem a função de  lubrificar e proteger a superfície da pele,  evitar a perda de umidade e de ajudar a manter a pele macia e resistente.

NO VERÃO, é natural que as glândulas sebáceas  produzam mais óleo do que o normal. Isso normalmente ocorre devido ao excesso de Sol e de calor. Aliás, o envelhecimento e a flacidez também podem aumentar a aparência de poros abertos.

Outra causa que pode favorecer o agravamento da textura da pele é a falta de higienização. Usar um sabonete feito especialmente para peles do tipo oleosa é uma ótima opção para higienizar a pele. É fundamental escolher um protetor solar leve na forma de fluido, loção ou gel para evitar a obstrução dos poros.

Hoje, existem vários tratamentos clínicos capazes de reduzir os poros dilatados e a oleosidade da pele.

Luz intensa pulsada:  reduz as glândulas sebáceas e promove através do calor a contração  e diminuição do diâmetro do poro. Pode ser realizada uma vez por mês e tem resultado gradativo.

Laser de CO2 fracionado:  é utilizado em casos mais acentuados. Penetra nas camadas mais profundas da pele e acelera a renovação celular. Possibilitando uma completa reestruturação da pele.

Microagulhamento: é um tratamento realizado através de uma estimulação natural feita com micro-agulhas que penetram na derme favorecendo a formação de novas fibras de colágeno, que dão firmeza e sustentação à pele.

Peeling químico: tratamento que promove a  descamação da pele,  a renovação celular, diminui o processo inflamatório e ainda possibilita a produção de colágeno.

Tratamento combinando com dois tipos de lasers, o ND Yag e o Erbium Yag. Juntas, essas tecnologias atuam na flacidez profunda, renovação celular e redução dos poros.

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional e Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.

 

 

 

 

Estrias pós-gravidez: tratamentos

Logo depois de ganhar o bebê e vivenciar as primeiras sensações da maternidade, a mulher entra no período pós-parto. É nesse contexto que, pela primeira vez depois de meses, ela vai encarar o espelho sem um bebê na barriga. Para muitas mulheres, essa pode ser uma experiência chocante,  muitas vezes por causa das temidas estrias .

Não se desespere! Mesmo na literatura disponível sobre as estrias, os autores serem unânimes em considerá-las como sendo sequela irreversível as estrias tem tratamento!  As estrias avermelhadas que surgem após a gestação costumam ser as mais recentes e têm essa coloração devido o rompimento sanguíneo. Iniciados nesta fase, os tratamentos têm melhor resultado, pois as células continuam vivas e com maior capacidade regenerativa. Já as estrias brancas, mais antigas, têm esta cor devido ao fato de a melanina que é a substancia que dá coloração a pele,não ser mais produzida onde as fibras se rompem. Os tratamentos iniciados nessa fase conseguem apenas “estreitar” as estrias.

Na sequência do parto e amamentação exclusiva, podem ser utilizados várias  tecnologias e recursos terapêuticos para o tratamento das estrias, como:

CARBOXITERAPIA: Segundo o Journal of Drugs in Dermatology, march 2008, a Carboxiterapia  favorece a formação e a troca de colágeno e elastina. Sendo assim,  a pele retrai com muito mais velocidade, mantendo um padrão de melhorada estria e inclusive da flacidez.

A RADIOFREQUÊNCIA associada ao ULTRASSOM: que contribui para a penetração de ativos potentes na pele.

LASER DE CO2 FRACIONADO:  através do calor, atinge a derme profunda, estimulando a formação de fibras de colágeno.

LASER ERBIUM: através do calor, estimula a formação de fibras de colágeno, melhorando a flacidez e a tonicidade da pele acometida.

MICROAGULHAMENTO: Este tratamento consiste no deslizamento sobre a pele de um pequeno dispositivo repleto de agulhas minúsculas, passado várias vezes,que irão assim perfurar a epiderme e estimular a formação de elastina e colágeno.

LUZ INTENSA PULSADA: utilizada no tratamento das estrias vermelha, promove a regeneração das estruturas da pele, além de tratar os vasos dilatados que dão a aparência avermelhada.

INTRADERMOTERAPIA: é injetado com uma agulha bem fininha, na camada superficial uma mistura de substâncias que promovem a melhora na elasticidade, firmeza e hidratação cutânea.

PEELING DE ÁCIDO RETINÓICO: é um tratamento através que retira  a camada de células mortas na superfície da pele, estimulando a sua renovação e a produção das fibras de colágeno.

INFRAVERMELHO: Um aparelho com ponteira de cristal dispara raios infravermelhos que aquecem as camadas mais profundas da pele, provocando a sua retração e produzindo mais fibroblastos, que são as células formadoras do colágeno e da elastina.

Todos esses tipos de tratamento encontram-se disponíveis aqui na Clínica Elegance. Que conta com uma equipe multidisciplitar apta para tratar os mais diversos casos com individualidade.

Dra Raquel Vale Gomes de Carvalho. Fisioterapeuta Dermato Funcional. Responsável Técnica do Centro de Saúde e estética Elegance