china X coronavírus

Os mercados chineses de animais silvestres receberam grande visibilidade nos últimos dias.

O motivo? Ao que tudo indica, o surto de coronavírus teve como berço um mercado na cidade de Wuhan.

Entre 1958 e 1962, mais de 45 milhões de chineses morreram. Mas não houve guerra ou aniquilações. As mortes tiveram uma causa ainda mais cruel: a fome.

Por isso a liberação pelo governo de se alimentar de animais silvestres.

São diferentes animais, retirados de seu habitat selvagem e colocados em gaiolas ainda vivos.

Os bichos podem, conter feridas abertas devido à falta de cuidados. Vírus como HIV e Ebola chegaram aos humanos justamente pelos hospedeiros terem sido retirados da selva e colocados em ambientes urbanos.

Tudo isso nos leva ao coronavírus, muitos especialistas apontaram o consumo de alguns animais vendidos no mercado de Wuhan, como pangolins, serpentes e morcegos como o que causou o surgimento da doença.

Fonte: COVID-19 coronavirus epidemic has a natural origin- Science News

Trade in pangolin linked to Covid-19 outbreak- Herald Line

Dra Raquel Vale- Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009). Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Outubro: explosão de fitas rosa!

 

Em outubro, há uma explosão de fitas rosa, já que a nação e a comunidade internacional honram o mês da consciência do câncer de mama. É uma ação global, que objetiva,  aumentar a conscientização sobre o câncer de mama e lembrar as mulheres sobre o valor da detecção precoce.

O Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama foi criado em 1985 como um esforço colaborativo entre a Academia Americana de Médicos de Família e AstraZeneca Healthcare Foundation e CancerCare,  e vários patrocinadores.  A primeira iniciativa vista no Brasil em relação ao Outubro Rosa, foi em outubro de 2002, a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista  em São Paulo. Em outubro de 2008 foi a vez do Cristo Redentor  ficar iluminado de rosa. Em outubro de 2009, se multiplicam as ações relativas ao Outubro Rosa em todas as partes do Brasil, a campanha ganha força.

Acredita-se que o uso de fitas como sinal de consciência tenha começado durante a crise dos reféns iranianos em 1979, quando as fitas amarelas foram usadas. A fita rosa que se tornou o símbolo mundial do câncer de mama e do Mês da consciência do câncer de mama foi usada pela primeira vez na década de 1990, o que era um momento em que o uso de fitas estava se tornando uma tendência crescente. A Fundação Susan G. Komen distribuiu fitas rosa em 1991 durante a corrida de Nova York para sobreviventes de câncer de mama.

A fita rosa para câncer de mama foi escolhida alegadamente porque é uma cor da saúde e representa a feminilidade. (A fita azul é o símbolo para homens com câncer de mama). Evelyn Lauder, vice-presidente corporativo sênior das empresas Estee Lauder, estabeleceu a Fundação de Pesquisa do Câncer do Mama em 1993 e estabeleceu a fita rosa como símbolo.

Embora outubro seja o Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama, o câncer de mama não se limita a um período de 31 dias: é uma realidade diária implacável para milhões de mulheres e suas famílias.

FONTES:

The Breast Cancer Research Foundation

National Breast Cancer Awareness Month organization

Susan G. Komen For the Cure

 

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional – Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.