Lifiting de Nefertiti

Nefertiti foi uma rainha da XVII dinastia do Antigo Egito, conhecida por sua beleza e traços bem definidos, pescoço longo, boa definição da mandíbula, nariz delicado e sorriso sereno. Um verdadeiro ícone da beleza do mundo antigo.

E, quando se fala do universo da beleza: quem não deseja ter a perfeição dos traços de Nefertiti? Pescoço liso e sem rugas? Um contorno de rosto totalmente definido e sem flacidez?  Para chegar perto desta perfeição, um médico francês chamado Phillipe Levi criou a técnica com toxina botulínica que permite ter um pescoço e um contorno mandibular invejáveis.

A toxina botulínica bloqueia a transmissão nervosa para os músculos, inibindo a liberação de acetilcolina – substância química que provoca contrações musculares sem influir na motilidade muscular. Isto faz com que as rugas de expressão não enruguem durante a contração muscular, deixando a pele lisa no local onde foi feito “botox”.

Neste caso, a aplicação do produto é feita no pescoço e no contorno da mandíbula. O objetivo é relaxar o platisma, músculo do pescoço. Quando se contrai, o platisma repuxa as laterais inferiores da face para baixo. Com os anos, conforme a flacidez da pele se acentua, a ação tanto da gravidade quanto do platisma vão ficando mais aparentes. O relaxamento desse músculo resulta num suave lifting, melhorando por alguns meses a definição da mandíbula. O efeito é mais discreto que uma plástica e assim, recomenda-se o tratamento para homens e mulheres. A aplicação da toxina é simples, rápida e muito pouco dolorida e seu efeito dura, em média, de 5 a 6 meses, quando o tratamento pode ser repetido. A técnica é indicada principalmente para quem tem problemas de flacidez no rosto e pescoço.