OS BENEFÍCIOS DOS PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS NO PROCESSO DE EMAGRECIMENTO ALIADO AOS EXERCÍCIOS FÍSICOS.

O cuidado com a beleza não pode ser associado somente com a vaidade. A saúde também é beneficiada por tratamentos estéticos. Realizados em clínicas de medicina e estéticas, tratamentos aliviam a tensão do dia a dia, fortalecem o sistema imunológico e elevam a auto estima da pessoa. Não é um luxo apenas.

A imagem corporal é a maneira pela qual o corpo se apresenta para si próprio. O hábito de fazer dietas e de consumir produtos dietéticos são umas das preocupações mais marcantes das mulheres, embora demonstre uma preocupação excessiva com a quantidade de gordura no corpo, elas evitam comidas que engordam e expressão o desejo de serem cada vez mais magra.

Apesar de existirem diferenças individuais significativas relacionadas aos mecanismos de consumo e gasto de energia, o equilíbrio energético vem sendo o determinante principal quanto a modificações associadas ao controle de peso corporal, o que torna as dietas e a prá- tica de atividades físicas importantes mecanismos de controle

A quantidade de “calorias” que não for queimada, produzindo trabalho biológico, é armazenada na forma de gordura. Então, é importante que se mantenha um nível de atividade física correspondente ao consumo energético, ou vice-versa, para que haja uma manutenção do peso corporal.

Não existem formulas milagrosas para o emagrecimento ou para o ganho de peso corporal. Embora exista uma influência genética forte na constituição da composição corporal, o peso corporal recomendável acaba resultando da combinação de uma dieta saudável e de um estilo de vida fisicamente ativo.

(Aliando os benefícios estéticos e cuidando da alimentação junto com o exercício físico, teremos uma forma física boa).

Lucimara dos Santos- Massoterapeuta e Esteticista do Centro e Saúde e Estética Elegance.

Luto normal x Luto patológico

 

No curso de nossas vidas, todos nós somos levados a enfrentar uma série de perdas significativas e inevitáveis. Perdemos amigos queridos, familiares e pessoas próximas que despertam, com suas mortes, o processo de luto, fase da expressão dos sentimentos decorrentes dessa perda. Apesar de o luto ser universal, o seu significado é multifacetado na experiência de vida humana, uma vez que existem grandes diferenças em relação a como os indivíduos reagem diante das perdas.

O processo de luto envolve, tipicamente, sentimentos de apatia e abatimento, perda de interesse no mundo exterior e diminuição na atividade e iniciativa. Entretanto, no luto considerado bem elaborado, mesmo diante desses sintomas, que não são persistentes, a morte é tomada como algo real e o sujeito enlutado apresenta disponibilidade para novos investimentos em sua vida. Esses novos investimentos sadios sugerem a reorganização da nova rotina, tanto funcional como emocional. Já no luto considerado patológico ocorre a intensificação dos sintomas típicos do luto, ou seja, os sintomas são persistentes, integrando-se a vida do enlutado. Nesse processo, o indivíduo não consegue reorganizar sua vida e construir novos projetos para o futuro.

As crenças do indivíduo, as quais ditam a maneira pela qual ele interpreta os fatos à sua volta, são decisivas para as reações diante da perda. Ou seja, nossas crenças e nossos pensamentos influenciam, em grande parte, a forma como iremos encarar a morte e como iremos reagir diante de um processo de luto.

Dessa forma, o tratamento da pessoa enlutada que não conseguiu elaborar o luto de forma saudável se propõe a ajuda-lo a identificar os pensamentos distorcidos responsáveis pela perpetuação de seu sofrimento diante da perda, além de melhorar a qualidade da relação com outros sobreviventes, estabelecer novos relacionamentos, desenvolver uma nova rotina e dar um novo significado à vida.

CERENTINI, D.; DUARTE, E. R. C. L; PERGHER, G. K. Terapia Cognitivo-Comportamental no Luto. In: WAINER, R.; PICCOLOTO, N. M.; PERGHER, G. K. Novas temáticas em Terapia Cognitiva. Rio Grande do Sul: Sinopsys, 2011.

Jéssica Locatelli- Possui graduação em Psicologia (CRP 12/16682) pela Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI. Pós-graduanda em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental pelo COGNITIVO – Centro de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental, no Rio Grande do Sul.

VOCÊ TEM MEDO DE QUÊ?

 

O medo é uma emoção básica importantíssima para a preservação da vida, uma vez que sua função é nos proteger do perigo, pois produz respostas que visam aumentar a probabilidade de sobrevivência numa situação avaliada como perigosa. Essas reações são luta, fuga, congelamento e desfalecimento. Por exemplo, vamos imaginar que nos deparamos com um animal perigoso. Se nosso cérebro interpretar que podemos enfrentar o animal, nosso corpo se organiza para enfrentar ou intimidar o animal. Porém, se o animal parecer muito grande ou perigoso para nossos recursos, a resposta que se organiza é de fuga. Se não houver possibilidade de fuga, uma resposta possível é a de paralisia, de congelamento, como uma estratégia de tentar passar despercebido. Caso o ataque seja avaliado como iminente pode surgir uma resposta de desfalecimento para tentar pacificar o inimigo ou de desmaio para nos proteger de sentir a dor do ataque.
Assim, compreendemos que o medo é uma emoção inerente ao ser humano, com funções evolutivas importantes para a perpetuação da espécie.
Mas… e quando sentimos medo desproporcional e persistente por algo que não representa um perigo real?
A isso chamamos de FOBIA ESPECÍFICA, comumente tida por um ou mais objetos ou situações (p. ex. voar, animais, agulhas, elevadores, fantasias, tempestades). A fobia específica, além de ser desproporcional em relação ao perigo real imposto e provocar uma resposta imediata de medo e ansiedade, também é ativamente evitada ou suportada com intenso sofrimento, e causa prejuízo no funcionamento social, profissional ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo. Dentre os sintomas cognitivos, está a preocupação, expectativa apreensiva, dificuldade de raciocínio e pensamentos catastróficos, hipergeneralistas e dicotômicos. Os sintomas comportamentais se caracterizam por fuga e esquiva, além de agitação, hipervigilância e dificuldade para falar. Já os sintomas fisiológicos são tensão muscular, taquicardia, sudorese, sensação de sufocamento, tontura, fraqueza, e boca seca.
O quadro clínico mostra, claramente, uma queda significativa da qualidade de vida. Se você se identificou com os sintomas, busque ajuda. Lembre-se, a grande maioria das coisas que nos causam medo são perigos autocriados que existem quase inteiramente em nossa própria imaginação.

APA. Associação Psiquiátrica Americana. Manual Diagnóstico e estatístico de transtornos mentais – DSM 5. Ed. 5. Washington, Associação Psiquiátrica Americana, 2014.
KNAPP, P. Terapia Cognitivo-Comportamental na Prática Psiquiátrica. São Paulo: Artmed, 2004.
DARWIN, C. The Expression of the Emotions in Man and Animals. Reino Unido: John Murray, 1872.

Jéssica Locatelli- Possui graduação em Psicologia (CRP 12/16682) pela Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI.

As infinitas relações da alimentação com problemas de saúde na atualidade.

É inegável as associações entre a alimentação, atividade física e bons hábitos para uma vida saudável e plena! Diversos estudos comprovam os benefícios de boas escolhas e medidas rotineiras para diminuir os impactos das possíveis doenças que podem afetar a saúde humana.

Ainda esse ano, uma renomada Universidade Canadense publicou um artigo em seu periódico que avalia os dez principais fatores de risco que podem levar ao entupimento de artérias e ao Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Hoje essa patologia acomete milhares de indivíduos ao redor do mundo, com taxas de acometimento diferentes entre os países, porém em escala Global.

Foram estudadas e reunidas informações de 26 mil pessoas em 32 nações diferentes e traçados parâmetros que poderiam ter levado essas pessoas à desenvolverem a doença de acordo com cada localidade. Os fatores que são responsáveis por desencadear a doença também variam conforme o pais e cultura, porém os dez principais aparecem em todas as amostras de maneira mais relevante.

A primeira conclusão que se obteve, foi que se cuidados fossem tomados afim de se evitar os dez principais fatores de risco nos hábitos das populações, os casos reduziriam em até 90%. E no Brasil, é como salvar a cada 12 meses um número de pessoas similar a população que ocupa a cidade de Florianópolis, deixando claro, por ano.

Dentre as dez medidas de controle citadas, muitas delas se relacionam com a qualidade da alimentação.

1: Hipertensão: Ajustar a pressão arterial é a primeira medida para diminuição dos AVC´s. O controle dessa patologia está diretamente ligada a diminuição da quantidade de sódio ingerido pelo indivíduo e escolha de alimentos mais saudáveis e menos industrializados.

2: Sedentarismo: Aliada à alimentação é um fator importantíssimo para o controle da patologia. Além de contribuir para a redução ou manutenção do peso corpóreo, as atividades físicas regulares liberam substâncias que evitam a formação de placas e promovem o relaxamento e contração correta dos vasos sanguíneos evitando o entupimento dos mesmos.

3: Colesterol Alto: Outro fator diretamente ligado a alimentação, mesmo quando a elevação é causada por fatores genéticos.

É necessário controlar as taxas de colesterol para diminuir os riscos de AVC ou Infarto Agudo do Miocárdio. Preferir gorduras de boas fontes, como oleoginosas é uma boa alternativa, assim como dar preferência a carnes magras e diminuir as quantidades de embutidos.

4: Dieta Ruim: Alguns alimentos agem diretamento nas artérias e diminuem os riscos de entupimento e AVC´s, em contrapartida a dieta básica da maioria das populações hoje está incrivelmente pobre em nutrientes, necessitando de escolhas mais naturais e saudáveis.

É ideal consumir boas fontes de omega 3 ou suplementá-lo pois eles diminuem os processos inflamatórios dos vasos sanguíneos e podem até favorecer, em alguns casos, a diminuição da pressão arterial. Essas análises de necessidade devem ser feitas por profissional responsável da área, que saberá indicar o melhor maneira de ingestão desse nutriente, dependendo de características individuais de cada um.

5: Obesidade: Hoje considerada uma patologia e não mais um quadro clínico, a obesidade esta relacionada com o aparecimento de várias doenças da atualidade, como hipertensão, diabetes, hipercolesterolemia e triglicirídeos aumentados, entre outras…

No organismo temos diferentes tipos de gorduras que se acumulam em locais diferentes no nosso corpo. Devemos sempre ficar mais atentos aquela gordura que se acumula na região da barriga, em torno da região umbilical.

Os outros fatores de risco seguem na sequência de prevalência entre os indivíduos, como sendo Estresse, tabagismo, Doenças cardíacas, alcoolismo e Diabetes, relacionadas ao meio onde vivem e escolhas e hábitos que mesmo considerados errôneos e prejudiciais ainda permanecem até os dias atuais.

Analisando os dados do estudo citado, fica óbvio dizer que levar uma vida mais saudável com relação as escolhas alimentares, realizar exercícios físicos regulares e fazer acompanhamento médico para realização de exames periódicos é a melhor forma de evitar a incidência de AVC´s e outras patologias correlacionadas, resultando em uma vida plena e longínqua.

Dra Samanta do Canto- Nutricionista graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina UNISUL, Especialista em Gestão em Gastronomia

 

Outubro: explosão de fitas rosa!

 

Em outubro, há uma explosão de fitas rosa, já que a nação e a comunidade internacional honram o mês da consciência do câncer de mama. É uma ação global, que objetiva,  aumentar a conscientização sobre o câncer de mama e lembrar as mulheres sobre o valor da detecção precoce.

O Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama foi criado em 1985 como um esforço colaborativo entre a Academia Americana de Médicos de Família e AstraZeneca Healthcare Foundation e CancerCare,  e vários patrocinadores.  A primeira iniciativa vista no Brasil em relação ao Outubro Rosa, foi em outubro de 2002, a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista  em São Paulo. Em outubro de 2008 foi a vez do Cristo Redentor  ficar iluminado de rosa. Em outubro de 2009, se multiplicam as ações relativas ao Outubro Rosa em todas as partes do Brasil, a campanha ganha força.

Acredita-se que o uso de fitas como sinal de consciência tenha começado durante a crise dos reféns iranianos em 1979, quando as fitas amarelas foram usadas. A fita rosa que se tornou o símbolo mundial do câncer de mama e do Mês da consciência do câncer de mama foi usada pela primeira vez na década de 1990, o que era um momento em que o uso de fitas estava se tornando uma tendência crescente. A Fundação Susan G. Komen distribuiu fitas rosa em 1991 durante a corrida de Nova York para sobreviventes de câncer de mama.

A fita rosa para câncer de mama foi escolhida alegadamente porque é uma cor da saúde e representa a feminilidade. (A fita azul é o símbolo para homens com câncer de mama). Evelyn Lauder, vice-presidente corporativo sênior das empresas Estee Lauder, estabeleceu a Fundação de Pesquisa do Câncer do Mama em 1993 e estabeleceu a fita rosa como símbolo.

Embora outubro seja o Mês de Conscientização sobre o Câncer de Mama, o câncer de mama não se limita a um período de 31 dias: é uma realidade diária implacável para milhões de mulheres e suas famílias.

FONTES:

The Breast Cancer Research Foundation

National Breast Cancer Awareness Month organization

Susan G. Komen For the Cure

 

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional – Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.

Pilates no Pós Parto

Já conversamos anteriormente sobre a importância do Método Pilates durante a gestação, agora falaremos um pouco sobre Pilates no puerpério ou pós-parto (período entre o parto até que o estado geral da mulher volte às condições anteriores à gestação).

Inúmeras mudanças ocorrem no corpo da mulher, durante o período gestacional, tais como: hormonais onde os ligamentos ficam mais frouxos, aumento do peso corporal, as adaptações posturais que ocorrem para melhor acomodar o bebê e principalmente o estiramento da musculatura abdominal, que devido ao crescimento do útero pode ocasionar diástase dos músculos retos abdominais (separação dos feixes dos músculos retos abdominais ao longo da linha Alba), ocasionada normalmente no segundo trimestre da gestação, devido ao aumento de volume abdominal. Este afastamento é considerado normal ou fisiológico quando não ultrapassa 3cm, pois é necessário para acomodar o bebê, porém um afastamento maior que 3cm poderá́ interferir na capacidade da musculatura abdominal para estabilizar o tronco e  manutenção da postura, gerando dores abdominais.

Com a chegada do bebê inicia uma nova fase na vida da mulher, além das mudanças na rotina, as mulheres se preocupam com o corpo e como voltar a exibir suas curvas. Mas é muito importante ter paciência, pois as mudanças não se corrigem espontaneamente após o parto e cada corpo é único. O puerpério tem duração média de 6 a 8 semanas, nas quais as modificações ocorridas no corpo da mulher durante a gestação irão retornando aos poucos, ao estado anterior à gravidez. Desta forma é importante realizar um trabalho postural o mais breve possível, pois o corpo continuará passando por mudanças. Assim, o estímulo para a prática de exercício é importante e podem ser recomendados cerca de 40 dias após o parto normal e 50 dias após a cesariana, se não houver complicações, porém é necessário autorização médica, assim você terá certeza que estará apta para se exercitar.

O método Pilates proporciona diversos benefícios, tais como: Melhora da postura, contribuindo na realização das tarefas impostas, pela nova rotina; fortalecimento abdominal, para proteger a coluna evitando dores lombares; recupera a forma física, fortalece a musculatura, promove sensação de prazer e bem estar e alivia as dores no pós-parto. É uma atividade segura e pode auxiliar a mulher a enfrentar as mudanças desta fase, de forma eficiente através de exercícios elaborados, para a recuperação da mamãe e para que ela possa cuidar melhor do seu bebê.

Morgana Amanda Vequi – Fisioterapeuta, pós graduada no Método Pilates pela PUC-PR(Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

Aniversário Elegance = sua pele linda!

Para comemorar seu 8º aniversário, a Clínica Elegance preparou um cronograma de sorteios e promoções especiais para seus clientes. Hoje, vamos apresentar o Protocolo de limpeza de Pele exclusivo para o mês de aniversário. Ideal para você que gosta de sentir a pele do seu rosto sempre limpa, hidratada e ainda mais jovem: Limpeza de Pele + Fototerapia + Peeling de Diamante + Vita D sérum supreme + máscara de pó de pérolas e ainda você leva para casa uma água thermal Buona Vita.
O procedimento tem duração de uma hora e meia, e sua finalidade é proporcionar a remoção de impurezas e células mortas, desobstrução dos poros, extrações de comedões (cravos e espinhas), e miliuns, além de controle da oleosidade, equilíbrio da pele e revitalização, a fim de proporcionar uma aparência suave e saudável, estimulando também a nutrição da pele.
Iniciamos o procedimento realizando assepcia com Higisystem, higienização do rosto com emulsão de limpeza, inclusive nos olhos e boca, pois é demaquilante. Após utilizamos uma máscara emoliente fotoativada pelo LED AZUL, muito utilizado em peles acneicas, por ter importante ação bactericida e oxigenante.

Em seguida realizamos a extração de acne e espinhas manual ou a vácuo, de acordo com a necessidade do cliente. Para a revitalização utilizamos o laser vermelho associado ao LED de infravermelho, que promovem rejuvenescimento das células, através da ação bioestimulante e regeneradora. É muito utilizada para combater as linhas de expressão e a flacidez porque promove estímulo ao colágeno.

DSC00952

Ao término da fototerapia, quando possível utilizamos o aparelho de peeling de diamante em toda face. O método consiste em uma microdermoabrasão superficial, onde é usada uma ponteira de diamante que desliza sobre a pele promovendo uma esfoliação. O principal objetivo é refazer a superfície da pele, reduzindo as rugas finas e diminuindo os poros que estão dilatados. O tratamento age de maneira suave e progressiva, podendo ser usado em todos os tipos de pele, inclusive nas morenas e bronzeadas.

E para finalizarmos com chave de ouro, aplicamos o Vita D sérum supreme, e após a Máscara de Alginato em associação com pó de pérola e ácido hialurônico que promove ação oclusiva, promovendo nutrição, proteção, hidratação e efeito lifting imediato da sua pele.

DSC01105.JPG

Este protocolo exclusivo de Aniversário da Clínica Elegance, pode ser realizado em todos os tipos de pele. Para você manter sua pele hidratada por mais tempo, vai ganhar uma Loção Hidrotônica de 140 ml, da marca Buona Vita. Que é uma água thermal refrescante, à base de água de coco verde integral, ação hidratante e possui extraordinária capacidade de estimular o crescimento de fibroblastos, aumentando o nível de colágeno do tipo I na pele.

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional- Responsável Técnica e sócio- proprietária do Centro de Saúde e Estética Elegance

Conheça os benefícios da ventosaterapia!

 

A Utilização das ventosas no tratamento de doenças não é uma exclusividade da Medicina Chinesa, existem informações do seu uso desde o antigo Egipto, ela também é mencionada nos escritos de Hipócrates e praticada pelo povo Grego no século IV a.C., possivelmente conhecida e utilizada por outras nações antigas. Onde são utilizados copos de vidro ou plástico na superfície da pele, geramos uma succção e uma pressão negativa.

DSC00986

As ventosas retiram o excesso de líquido e toxinas, que são drenadas e trazidas para a superfície da pele para serem eliminadas, o sistema nervoso é estimulado, fazendo com que o sangue seja levado para os músculos, tendões e membranas, onde a energia se encontra estagnada. A aplicação das ventosas regulariza o fluxo do Qi e do sangue e ajuda a extrair e eliminar os fatores patogênicos como o vento, frio, umidade e calor. O objetivo do tratamento é remover o agente patogênico externo do corpo e restaurar a circulação do Qi, do sangue e dos fluidos e, desse modo, promover saúde ao doente (5). A ventosaterapia pode ser bastante eficaz no tratamento de patologias como a fibromialgia e em patologias relacionadas à esta como a síndrome miofascial “ Dor muscular profunda localizada” no “Trigger Point” (ponto gatilho),  este ponto é bastante doloroso e a dor piora com a palpação do local. Geralmente é associado à rigidez muscular e ao distúrbio do sono. Os “trigger points” podem localizar-se em qualquer músculo do corpo. A síndrome da fadiga crônica foi assim denominada devido à apresentação inicial, caracterizada por fadiga intensa, associada com sintomas que sugerem processo infeccioso subjacente e a síndrome da fadiga crônica. Ao aplicar a ventosa, o ar quente se expande e, à medida que se esfria dentro da ventosa, produz uma redução de pressão com relação ao lado externo, causando um efeito de sucção. A pele levanta, o calor faz com que os vasos sangüíneos dilatem e que seja exsudado o dióxido de carbono. Se o sangue estiver impuro, a pele levantada tende a ser escura; quanto mais escura a cor, mais forte é o grau de estagnação e de impureza. A ventosa é deixada no local por 5 a 15 minutos e depois removida, pressionando-se a pele adjacente, para permitir que o ar entre, equilibrando a pressão. Pode ocorrer eritema e contusão. A ventosa drena as áreas de congestão e liberta o corpo do excesso de energia negativa.

DSC00975

O que esperar após o tratamento?

Alívio: Depois do tratamento, você vai sentir os resultados imediatamente. Sentirá toda musculatura muito mais solta e as dores musculares aliviadas ou eliminadas por completo. A sensação de tensão e de dor será substituída por uma sensação de relaxamento e bem estar.

Lucimara dos Santos- Esteticista e Massoterapeuta do Centro de Saúde e Estética Elegance.

Criofrequência e ácido deoxicólico na redução da papada!

A Papada, também conhecida como queixo duplo, corresponde ao acúmulo de gordura abaixo do queixo. Esse excesso de tecido prejudica o contorno da face, produzindo um aspecto de envelhecimento e sobrepeso. Por anos a lipoaspiração reinou soberana entre os procedimentos que visam eliminar a papada. Com os avanços da estética facial, uma nova alternativa, menos invasiva, está ganhando a simpatia de homens e mulheres que desejam dar “Adeus” para a papada. É a aplicação de ácido deoxicólico.

O ácido deoxicólico, aprovado pela FDA ( agência norte americana reguladora de medicamentos e alimentos), é uma enzima já presente no nosso corpo, derivada da bilis, que tem a função de emulsificar e quebrar naturalmente  as células de gordura do organismo que são eliminadas através da corrente sanguínea.

A aplicação é rápida e praticamente indolor, pois se trata de uma aplicação superficial com uma agulha muito pequena. A aplicação na clinica Elegance é realizada por médico.

Geralmente são realizados de 3 a 6 sessões de aplicação, dependendo da quantidade de gordura que a pessoa tem no pescoço. Temos tido excelentes resultados clínicos de harmonização do contorno facial que são potencializados ainda mais quando associamos a Criofrequência.

A Criofrequência é um aparelho que tem uma ponteira ultracongelada, que esfria a epiderme a menos 10 º C, provocando a contração imediata das fibras de colágeno, o que garante um efeito lifiting. Já o calor da Radiofrequência atinge a pele, eleva a temperatura, retrai o colágeno existente e estimula a formação de novas fibras elásticas, tratando a flacidez.

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional e Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.

Vamos introduzir o consumo de frutas para os pequenos?

Com cada dia mais distância da possibilidade de intimidade com as frutas,  as crianças, que muitas vezes nem sabem como diferencá-las ou chamá-las estão abandonando o hábito de incluí-las em seu cardápio.

Quando dos nossos tempos de infãncia, subíamos em goiabeiras e comíamos a goiaba as vezes lá em cima, bem como, colhiamos  vergamotas e laranjas, víamos os tomates plantados e prontos para colher, bananas em pencas, diretos das ávores!!! As crianças atualmente não usufruem dos nossos benefícios e as vezes nem sabem de onde as frutas vem.

Essa  realidade torna mais complicado para a mãe, o pai ou responsável pela criança, ou melhor, pela alimentação da criança, introduzir alimentos saudáveis. E quando cito essa introdução, me refiro à fazê-los gostar desses alimentos, fazer com que comam por prazer e desfrutem também de bons momentos e boas lembranças, assim como a maioria de nós teve!

Outros fatores também pesam sobre esta questão: Mães, pais ou responsáveis mais atarefados e com menos tempo para despender na preparação das refeições da família, aliado as facilidades tentadoras da indústria alimentícia com relação a alimentação infantil, suas substituições práticas, porém não tão saudáveis e um tanto quanto empacotadas ou embaladas.

Enfim, nos dias atuais para orienta-los à gostar de frutas, a rotina familiar deve ser pensada de maneira a colocar as crianças em contato com as mesmas, não apenas oferecê-las.

*** Os pais devem consumir frutas na frente de seus pequenos, oferencedo-as descascadas e as vezes picadas! Lembro como meu pai me entertia ao descascar a  laranja e fazer “cobrinha” sem deixar cair a casca antes de terminar  a fruta, ou me dava a vergamota com o gomo virado e sem sementes!!!  Essas associações permanecem mesmo depois da vida adulta. Além do que, o exemplo fala mais do que qualquer argumento nutricional quando se quer que alguém adote rotinas corretas.

***Deve-se disponibilizar de maneira fácil, visível e acessível as frutas nas residencias, comprá-las de maneira variada e não sempre as mesmas como muitas vezes acontece! Lembrando que nem sempre as frutas preferidas pelos pais, serão as que agradarão perfeitamente o paladar das crianças.

***Usá-las em preparações como bolos e biscoitos, com outros alimentos como iogurte, aveia, ou em purês, saladas, sobremesas e sucos.

***Faze-los manusear os alimentos, conhecê-los fora da caixinha, deixar que eles participem da higienização e preparação da fruta para o consumo.

***Introduzí-los na preparação de uma receita e nas rotinas culinárias, quando estas existirem e também se a idade permitir e com total supervisão, como ajudante na cozinha.

***Se possível, leve-o ao supermercado ou feira no dia das compras de frutas, deixe-o escolher a fruta que irá comer, ensine a ele como você a escolheria.Quanto mais interação você e seu pequeno tiverem com as frutas, maiores serão as chances de ele introduzí-las na alimentação, adota-las como um hábito e continuar passando isso as próximas gerações.

A visão e o gosto dos pequenos com relação as frutas e qualquer alimento, tem bastante interação com as atitudes dos pais e pessoas próximas aos mesmos, e sem dúvidas repercutirão na saúde deles durante toda a vida.

Dra. Samanta Canto- Nutricionista graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina UNISUL, Especialista em Gestão em Gastronomia.