Compartimentos de Gordura e o envelhecimento da face!

Alguns estudos têm demonstrado, que o tecido subcutâneo da face não é homogêneo, e sim, dividido em compartimentos de gordura, que se dividem em superficiais e profundos.

Com o envelhecimento os compartimentos de gordura vão perdendo o volume e mudando suas posições. Na região ao redor dos olhos, o compartimento de gordura da pálpebra inferior é tão fino, que pode não ser encontrado na dissecção de alguns cadáveres frescos.

Também temos o compartilhamento de gordura bucal, conhecido como bola de Bichat. A bola de Bichat relaciona-se diretamente com os músculos da mastigação, e na infância, auxilia o movimento de sucção.

Jowl fat é um compartimento conhecido como “buldogue”, alterando o contorno facial.

A partir do exposto, percebemos que o envelhecimento facial é multifatorial, que ocorre um envelhecimento de todas as estruturas, como perda do volume ósseo, alterações do volume dos coxins de gordura, flacidez da musculatura e da pele.

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR (2009).Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Soro fisiológico realmente hidrata a pele?

O soro fisiológico para a pele está sendo muito comentado pelas blogueiras e youtubers de beleza, mas será que ele dá resultado mesmo?⁣👀

Como o próprio nome do produto diz, “fisiológico” é um líquido idêntico ao que temos no nosso corpo e dá origem ao suor e às lágrimas. Composto por solução de 0,9% cloreto de sódio (o famoso sal) dissolvido em água.⁣😿😪🥵

Pode até dar sensação temporária de maciez e pele renovada, mas sozinho não tem princípios ativos capazes de tratar e hidratar a pele a longo prazo, e muito menos tem o poder de amenizar rugas.⁣

Além disso, esse produto não consegue formar uma barreira de proteção em volta da pele, de forma a impedir a perda de água da pele para o meio ambiente. Apresentando efeito de hidratação muito baixo.⁣

Quando utilizado com o objetivo de limpeza facial, o soro fisiológico deixa muito a desejar. Embora promova uma limpeza superficial, ajudando a remover suor e partículas de poeira, não tem poder detergente que os sabonetes possuem. Em consequência, não consegue remover o excesso de oleosidade.⁣🧴

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR (2009).Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).






valorize suas curvas!

Quem já se deparou com esta imagem e esses dizeres nas redes sociais?

Uma indicação indireta às curvas femininas e uma crítica a essa vaidade, decretando que o correto é valorizar as curvas do “estudo” e do “pensar”?

Mas será que é preciso escolher entre as curvas do cérebro e as dos quadris?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social.

Em pleno século vinte e um, já deveríamos ter entendido que podemos cuidar das curvas do corpo sem reduzir às do cérebro!

Então não precisamos escolher, afinal somos seres pensantes, e conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo!

 

Dra Raquel Vale- Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009). Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Roupa com proteção solar: realmente funciona?

De origem australiana, a fabricação de tecidos inteligentes que bloqueiam raios UV foi desenvolvida em 1996, como método para reduzir a alta incidência de câncer de pele. ☀

Os raios UVB são capazes de causar danos visíveis à pele, como vermelhidão e queimaduras. 🔥

Já os raios UVA provocam manchas, envelhecimento precoce e câncer de pele. 😢

A ARPANSA (Agência Australiana de Proteção à Radiação e Segurança Nuclear) é a responsável pela criação da norma que quantifica o nível de proteção oferecido pelas roupas, ou seja, a porcentagem de raios UV filtrados por um tecido. A maioria dos países assim como o Brasil seguem as mesmas normas. 🇳🇿🇧🇷

Roupas com FPU 15 e 20 bloqueiam de 93,3% a 95,9% da radiação ultravioleta.

Roupas com FPU 40, 45 e 50 bloqueiam mais de 97,5% da RUV.

O uso das peças não dispensa a aplicação do protetor solar nas regiões que estão descobertas.☀

Há dois processos que garantem o FPU nos produtos: enquanto os tecidos sintéticos, são fabricados com fios à base de dióxido de titânio, os de algodão recebem um aditivo fotoprotetor que é incorporado ao tecido para o bloqueio da passagem dos raios nocivos.

Assim como os bloqueadores solares tópicos, os tecidos com tecnologia UV Protection são feitos para refletir os raios UVA e UVB. Dessa maneira, ao se expor ao sol, a roupa não permitirá que a pele absorva a radiação.

A proteção dura enquanto o produto estiver em perfeito estado, só será comprometida se a roupa for danificada (furos, rasgos e desgastes que tornam o tecido mais fino).

Dra Raquel Vale- Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009). Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Você sabia que o celular pode danificar sua pele?

Você sabia que o celular pode danificar sua pele?

#Manchas
Quem nunca teve uma longa conversa e ao desligar o telefone sentiu suas bochechas queimando. Então, o calor excessivo pode alterar a sua produção de melanina, causando melasma na na sua pele.

#Rugas
Ficar olhando muito tempo pra baixo é uma posição que pode gerar rugas embaixo do queixo e no pescoço.

#Alergia
Estudos recentes revelam que o cromo e o níquel contidos nas capas dos celulares podem causar dermatite(principalmente coceira e vermelhidão).

#Acne
Você sabia que o celular tem mais bactérias do que um vaso sanitário? Pois é, agora adicione a isso o suor e a maquiagem. Toda essa sujeira pode acabar gerando muuuitos cravos e espinhas.

Dra Raquel Vale-Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009). Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019)

nem sempre é botox!

 

Os procedimentos estéticos vão bem além da renomada toxina botulínica, e cada um tem uma finalidade diferente. Entenda e descubra qual o melhor para você!

O que é Botox e como funciona?

A toxina botulínica é uma proteína natural produzida por uma bactéria chamada Clostridium Botulinium.

Age paralisando o músculo e consequentemente impedindo a contração muscular, que é o que forma a ruga. Para as rugas que já existem, esse relaxamento da musculatura suaviza os vincos. A aplicação do botox é geralmente indicada para as rugas da testa, a glabela (espaço entre as sobrancelhas), os “pés de galinha” e rugas ao redor dos olhos. Também pode ser usado para tratar condições médicas como a hiperidrose (transpiração excessiva).

Quando injetada nas rugas, a toxina botulínica atua bloqueando a transmissão de estímulos dos neurônios para os músculos, impedindo a contração muscular.

Pode ser utilizado com o objetivo de prevenção, antes mesmo do aparecimento de linhas de expressão. Como a contração muscular é paralisada, não haverá a formação de rugas por movimentação muscular na área

O que é o ácido hialurônico e como funciona?

O ácido hialurônico é uma substância natural existente no organismo humano. Uma molécula de açúcar que atrai e retém a água ao seu redor, dando mais viço e firmeza à pele. Quando nascemos, temos quantidade abundante de ácido hialurônico em nosso corpo, mas à medida que envelhecemos a concentração diminui, propiciando o aparecimento de rugas e sinais de desidratação da pele .

Existem hoje vários tipos de Ácido Hialurônico, cada um com sua particularidade trazendo assim grandes vantagens para os pacientes. Sua distinção esta na densidade do produto, proporcionando diferentes benefícios e efeitos, que vão desde hidratação da pele, como volume em regiões como a boca.

Dra Raquel Vale- Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009). Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019)

Celulite: porque atinge mais as mulheres do que os homens ?

Pesquisas apontam que enquanto 99% das mulheres têm celulite após os 30 anos, no máximo 20% dos homens a têm. Mas por que existe tanta diferença?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Há duas razões principais  para isso (nenhuma delas a ver com refrigerante ). A primeira está diretamente ligada aos fatores hormonais. Mulheres produzem o estrogênio, que faz com que retenham mais líquido. Assim, a variação de peso é maior (sem contar fatores como gravidez e início do ciclo menstrual, quando também engordam). Já os homens produzem testosterona, hormônio que faz a gordura ir para o abdômen. Eles podem contrair os músculos, mas a celulite não aparece!
Mas o principal motivo tem a ver com a distribuição de gordura no corpo. O tecido gorduroso dos homens é superficial e tem septos (traves que permeiam as células de gordura) mais espessos, e dispostos de maneira oblíqua. As mulheres apresentam grande depósito de gordura e os múltiplos septos fibrosos e dispostos de maneira perpendicular.
Estas características fazem com que nos homens, quando ocorre aumento de tecido gorduroso sob a pele, ele se projete para o fundo. Nas mulheres quando ocorre o aumento do tecido gorduroso ele se projeta para fora.
O que isso significa? que na mulher as ondulações ficam muito mais aparentes! E assim entende-se porque ELAS aparentam muito mais celulite que ELES!

Dra. Raquel Vale- Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009). Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Colágeno hidrolisado funciona?


O sucesso do colágeno hidrolisado não é de hoje. A preocupação com a qualidade de vida tem levado o consumidor a procurar e consumir produtos saudáveis, que possam melhorar as condições de saúde e promover o bem-estar. O colágeno era encontrada apenas em cápsula, sachê ou bala manipulada. Agora podemos achar nas prateleiras dos supermercados e farmácias, na forma de bombons, balas, água aromatizada, barrinha de cereais e até granola. .

O colágeno é encontrado nos tecidos conjuntivos do corpo, tais como os ossos, tendões, cartilagens, veias, pele, dentes, bem como nos músculos e na camada córnea dos olhos. Porém, com o início da fase adulta, a deficiência de colágeno começa a ser notada, pois o organismo diminui sua produção.

Pesquisas sobre a relação entre o envelhecimento da pele e a produção de colágeno têm aumentado nos últimos anos.

São comprovados clinicamente que os tratamentos antienvelhecimento, com ácido retinoico, laser, CO2 , microagulhamento, laser ndyag, laser ERBIUM, injeção intradérmica de ácido hialurônico, estimulam a produção de novo colágeno não fragmentado. Esses tratamentos promovem o equilíbrio entre a produção de colágeno e a ação das enzimas que o degradam, retardando o processo de envelhecimento e, consequentemente, melhoram a aparência e a saúde da pele.

E tomar colágeno hidrolisado funciona?

Os resultados das pesquisas de Zague et al. indicaram que a ingestão de colágeno hidrolisado pode aumentar a produção de colágeno pelos fibroblastos e retardar o envelhecimento da pele, reduzindo as mudanças relacionadas à matriz extracelular durante o envelhecimento por estimular o processo anabólico na pele. Os autores mostraram o potencial uso do colágeno hidrolisado como um complemento nutricional para prevenir a perda óssea.

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí, (2004). Pós-graduada em Fisioterapia Dermato Funcional, CBES , Curitiba(2010). Graduanda em Biomedicina- Uniavan- Balneário Camboriu 2019.

Referência Bibliográfica

Fisher GJ, Varani J, Voorhees JJ. Looking older: fibroblast collapse and therapeutic implications. Arch Dermatol Res. 2008;144(5):666-72.

Zague V, Freitas V, Rosa MC, Castro GA, Jaeger RG, MachadoSantelli GM. Collagen hydrolysate intake increases skin collagen expression and suppresses matrix metalloproteinase 2 activity. J Med Food. 2011;14(6):618-24

Souza AB, Oliveira NCP, Garcia T, Moreira AVBM. Desenvolvimento e análise sensorial de uma sobremesa à base de colágeno hidrolisado e soja. XIX Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos; setembro de 2004; Recife: Anais.

Nunes A, Neto C, Souza M, Feliciano R, Formigoni MLM, Isausti EO. Processamento de mortadela de filé de Tilápia com fibras de colágeno. Rev Eletrônica Educ Tecnol. 2011;5(10):1-25.

Você sabe quais são as causas das olheiras?


A olheira é causa do desconforto de muitas mulheres que não abrem mão do corretivo antes de sair de casa. A etiologia é multifatorial e ainda não está completamente esclarecida. Na maioria dos casos há um componente genético, que correlacionado a outros aspectos, resulta no escurecimento da área em torno dos olhos.

Entre as principais causas, destacam-se:

  • Herança genética
  • Flacidez e Bolsas: Ao longo dos anos, é comum que a pele e a musculatura da pálpebra se torne flácida, evoluindo com rugas e bolsas de gordura.
  • Pacientes que possuam alergia respiratória severa costumam apresentar escurecimento da pele da pálpebra.
  • Depósito de melanina (pigmento que da cor a pele)
  • Alteração anatômica da região malar e zigomática (aspecto de olheiras fundas)
  • Vascularização, que pode estar superficial e se tornar aparente
  • Hiperpigmentação pós-inflamatória (escurecimento da região por algum processo inflamação prévia)
  • Noites mal dormidas
  • Abuso de droga ou álcool
  • Extresse e cansaço

Os tipos de olheiras são:

Melânicas (acastanhadas) provocadas pelo acúmulo de melanina na região dos olhos. Ocorre por estímulo das radiações solares ou por fatores hormonais, e se agrava com a idade pela flacidez da pele.

Vasculares (azul)são as olheiras arroxeadas, azuladas, exibem pálpebras finas e excesso de vasos sanguíneos na região.

Noites mal dormidas, fumo, estresse e fadiga pioram as olheiras, pois alteram a circulação sanguínea, promovendo a dilatação dos vasos e desidratação.

O sono é essencial para a renovação da pele. Pois, durante o sono o organismo libera hormônios fundamentais para uma série de processos vitais ao organismo. A exaustão estimula a flacidez, intensificando o problema da descida da bolsa de gordura. O estresse orgânico aumenta a vasodilatação e a produção de melanina, acentuando as olheiras.

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí, (2004). Pós-graduada em Fisioterapia Dermato Funcional, CBES , Curitiba(2010). Graduanda em Biomedicina- Uniavan- Balneário Camboriu 2019.