Compartimentos de Gordura e o envelhecimento da face!

Alguns estudos têm demonstrado, que o tecido subcutâneo da face não é homogêneo, e sim, dividido em compartimentos de gordura, que se dividem em superficiais e profundos.

Com o envelhecimento os compartimentos de gordura vão perdendo o volume e mudando suas posições. Na região ao redor dos olhos, o compartimento de gordura da pálpebra inferior é tão fino, que pode não ser encontrado na dissecção de alguns cadáveres frescos.

Também temos o compartilhamento de gordura bucal, conhecido como bola de Bichat. A bola de Bichat relaciona-se diretamente com os músculos da mastigação, e na infância, auxilia o movimento de sucção.

Jowl fat é um compartimento conhecido como “buldogue”, alterando o contorno facial.

A partir do exposto, percebemos que o envelhecimento facial é multifatorial, que ocorre um envelhecimento de todas as estruturas, como perda do volume ósseo, alterações do volume dos coxins de gordura, flacidez da musculatura e da pele.

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR (2009).Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

Diferença entre os formatos de rosto masculino e feminino!

A estética facial é resultado da combinação do padrão ósseo, qualidade da pele, posição e volume dos coxins de gordura, morfologia dos dentes e ainda, personalidade individual. Isso mesmo! Pessoas satisfeitas também tendem a ser consideradas mais belas.

É na puberdade que as diferenças dos formatos dos rostos masculinos e femininos tornam-se mais evidentes.

Nos homens, a testosterona estimula o crescimento do osso mandibular, do osso zigomático, dos rebordos supraorbitais (da órbita dos olhos) e lábios mais finos. Ou seja o homem apresenta contorno da face mais marcado e angulado. Costumamos dizer que a beleza do homem está mais relacionado ao terço inferior da face. Enquanto a da mulher ao terço médio que é a região dos olhos e da “bochecha”.

Nas mulheres, o estímulo estrogênico faz com que apresentem compartimentos de gordura mais volumosos, resultando em região malar (bochecha) arredondada e lábios mais carnudos.

É possível identificar as diferenças nos desenhos abaixo:

Dra Raquel Vale. Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR (2009).Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).