Anatomia Palpatória

O estudo da Anatomia Palpatória vem resgatar o olhar do corpo humano a partir do toque das mãos, o profissional consegue identificar os músculos, as proeminências ósseas e até mesmo os coxim de gordura. 😱

Ao palpar de olhos fechados uma face, conseguimos identificar se é de um paciente jovem ou de um idoso pelas características anatômicas.

Muitas vezes me sinto como se meus olhos estivessem no lugar errado, tenho a sensação que eles estão na ponta dos meus dedos das mãos. 👀

Claro que para isso acontecer, necessitamos de um conhecimento profundo da anatomia e de muita prática, conquistada ao longo de anos!

Dra Raquel Vale- Graduada em Fisioterapia pela Univali – Universidade do Vale do Itajaí-SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009). Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

 

foto de amostra de pele humana: orifício após a remoção da agulha.

Esta imagem, viralizou esta semana no @reddit!
Foto tirada com um microscópio eletrônico com aumento de 30x, de uma amostra de pele humana, perfurada por uma agulha! Mostrando o orifício que ficou na pele logo após a remoção da agulha!

Isso assusta você?

Não precisa! Por mais, que muitos procedimentos estéticos utilizam agulhas ou cânulas, como microagulhamento, mesoterapia, aplicacão de botox, preenchedores e muitos outros. Quando removemos uma agulha, o processo de coagulação do nosso corpo é acionado, as plaquetas são ativadas e em segundos o orifício que a aplicação deixou já é fechado.

Claro que quanto maior a agulha, mais tempo demora este processo, mesmo assim é muito rápido! Nosso corpo é muito inteligente!

Mas quando você pode usar maquiagem após os procedimentos com agulhas?
Embora seja seguro aplicar maquiagem após 2 horas, geralmente recomendamos esperar até o dia seguinte. O correto também é você NÃO tocar na área imediatamente!

Dra Raquel Vale- Graduada em Fisioterapia pela Univali – SC (2004). Pós Graduação “Lato Sensu”- Especialização em Fisioterapia Dermatofuncional pela Faculdade CBES de Curitiba-PR  (2009).Graduanda em Biomedicina – Uniavan Balneário Camboriú – SC (2019).

É POSSÍVEL CONTROLAR O MELASMA NO VERÃO?

Já discutimos aqui no blog a respeito das vantagens do ácido tranexâmico no tratamento do melasma. O Ácido tranexâmico injetável é uma ótima alternativa de tratamento e pode ser realizado no verão! Pois, o melasma é uma questão de suma importância, necessita de intervenção em tempo integral. Geralmente recorrente, não tem cura, mas pode regredir e ser contido.

Mas afinal, o que é o ácido tranexâmico? Estamos falando de um ativo já bem conceituado no tratamento do melasma que opera como um inibidor da plasmina atuando como agente anti-fibrinolítico bloqueando indiretamente o desenvolvimento do melanócito.

O que é o melanócito? É uma célula complexa,  localizada entre a primeira e a segunda camada da pele, especializada na produção de melanina, um pigmento de coloração marrom-escura. Muito sensível, o melanócito reage formando mais pigmento por qualquer stress ou instabilidade no local.

Como é realizado o procedimento? Aplicado de forma injetável apenas sobre as manchas do melasma, como se fosse uma acupuntura, clareia e  age prevenindo o escurecimento do melasma.

A aplicação dói? Ocorre um leve desconforto com as micropicadas sobre a pele. Porém, se necessário aplica-se gel anestésico no local antes do procedimento.

Quantas sessões são necessárias?  O resultado geralmente aparece a partir da terceira sessão. Pode ser necessário até 10 sessões, aliado a outros tratamentos e cuidados.

A aplicação pode ser realizada no verão? Sim, é uma ótima alternativa utilizada para controlar e clarear o melasma em épocas de calor. Vale lembrar o Ácido Tranexâmico atua como um anti-inflamatório da pele diminuindo a formação de melanina.

Dra Raquel Vale- Fisioterapeuta Dermato Funcional- Responsável Técnica do Centro de Saúde e Estética Elegance.